Atualidade
ISABEL PEIXEIRO E SORAIA OLIVEIRA SÃO AS GRANDES VENCEDORAS DO CONCURSO LUSÓFONO DA TROFA
24 de Novembro de 2021
0 comentários

EDIÇÃO DE 2021 CONTOU COM 466 PARTICIPAÇÕES, ORIUNDAS DE PAÍSES COMO O BRASIL, CABO VERDE E SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

 

Estão escolhidas as vencedoras do Concurso Lusófono da Trofa – Prémio Matilde Rosa Araújo 2021. Isabel Peixeiro venceu a categoria de Melhor Conto, recebendo 2500 euros e Soraia Oliveira a de Melhor Ilustração, recebendo 2000 euros, prémios entregues domingo, 21 de novembro, numa Cerimónia que decorreu no edifício da Antiga Estação da Trofa.

 

Decorreu este domingo, no Edifício da Antiga Estação da Trofa, a Cerimónia de Entrega de Prémios do Concurso Lusófono da Trofa – Prémio Matilde Rosa Araújo 2021. Integrada nas comemorações do 23º Aniversário do Município, a cerimónia contou ainda com a apresentação do livro “Mamã, podemos ter um humano de estimação?”, conto vencedor da edição de 2020, com a presença da autora do texto, Carolina Allegro e o autor da ilustração, Ricardo Ladeira.

Este ano, a grande vencedora na categoria de Melhor Conto foi Isabel Peixeiro, com o conto “Vai subir ou Vai descer?”. Residente em Mafra, Isabel é mediadora de leitura e escrita e conta com duas obras publicadas “Razões para ler: as metáforas e o seu poder” e “Razões para ler: voltando a falar de metáforas”.

Já a vencedora do Prémio Ilustração foi Soraia Oliveira, que ganhou com duas ilustrações do excerto “Dona Balbina”, de Matilde Rosa Araújo. Residente em Braga, Soraia Oliveira tem já um livro publicado, “Foge Rato”.

A cerimónia contou ainda com Menções Honrosas da categoria Ilustração, a Tierri Luís e Marina Mota, bem como a entrega de diplomas.

Este ano, o júri para melhor conto integrou a participação de Adélia Carvalho, escritora e representante da Editora Tcharan, parceira da Câmara Municipal na edição de 2021 do Concurso Lusófono da Trofa; Ana Soares, em representação do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, parceiro da Câmara Municipal neste projeto; e Ondjaki, poeta e escritor angolano, vencedor de vários prémios internacionais.

Já o júri do Prémio de Ilustração contou com a presença de Adélia Carvalho, escritora e representante da Editora Tcharan; Marta Madureira, ilustradora e representante da Editora Tcharan, vencedora de vários prémios nacionais e internacionais e com várias obras publicadas; e Gonçalo Viana, arquiteto e ilustrador, com publicações nos vários títulos da imprensa portuguesa e também internacional, como o The New York Times.

Ao todo, em 2021, o Concurso Lusófono da Trofa contou com 466 participações, duas centenas de participações a mais do que no último ano. No caso dos contos, a iniciativa contou com participações de autores Portugueses, Brasileiros, Moçambicanos, de São Tomé e Príncipe, Cabo Verde e Angola. No que toca a ilustrações, para além das portuguesas, houve ainda 3 participações do Brasil e uma de Cabo Verde. 

Comentários
Sem comentários
Publicidade
Vídeos
Recuperação e Valorização das Margens do Rio Ave - Assinatura Protocolo
Lançamento Oficial das Trofinetes
Inauguração do Projeto OPJ "Xuta Querelêdo"