Municipio
CONCURSO LUSÓFONO DA TROFA PREMIOU A CRIATIVIDADE LITERÁRIA E CONSAGROU NOVAS AUTORAS
18 de Novembro de 2019
0 comentários

INICIATIVA DECORREU NO PASSADO DOMINGO, NO ÂMBITO DO 21º ANIVERSÁRIO DO MUNICÍPIO


Decorreu no passado domingo, na Antiga Estação, a Cerimónia de Entrega de Prémios do Concurso Lusófono da Trofa – Prémio Matilde Rosa Araújo, promovida pela Câmara Municipal da Trofa em parceria com o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua. A edição de 2019, que contou com 244 trabalhos a concurso, consagrou três autoras, que começam agora um novo ciclo ligado à literatura infantojuvenil.

É um projeto trofense mas consolidado em todo o mundo lusófono. A Entrega de Prémios do Concurso Lusófono da Trofa – Prémio Matilde Rosa Araújo decorreu este domingo, numa cerimónia que decorreu na Antiga Estação da Trofa. O momento consagrou mais três autoras (duas escritoras e uma ilustradora), que começam agora um novo ciclo ligado à literatura infantojuvenil. 

O Prémio Matilde Rosa Araújo, no valor de 2 mil euros, foi entregue a Ana Vitória Cardoso Alves, pelo conto “O Mistério da Meia Desaparecida”. Por sua vez, o Prémio Ilustração, no valor de mil e quinhentos euros, foi entregue a Sandra Sofia Freitas Santos. Já Flávia Drummond Naves, do Brasil, venceu o Prémio Lusofonia, no valor de mil euros, com o conto “A Menina de Olho na Lua”.  

A cerimónia contou ainda com três menções honrosas. O galardão foi atribuído a Érica Surany Teixeira Sambimbi, de Angola, com o conto “Mariana achou um tesouro”; Eliana Isabel Jardim Viana da Silva, de Moçambique, com o conto “O Menino Índico e o Senhor Atlântico” e Elebrak Costa, de S. Tomé e Príncipe, com o conto “A Ilha Leveleve”. 

Promovido pela Câmara Municipal em parceria com o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P., o Concurso Lusófono da Trofa – Prémio Matilde Rosa Araújo, defende e consolida a língua portuguesa como expressão universal da cultura lusófona, além de motivar a produção literária.


Na edição de 2019, a iniciativa contou com a participação de 244 trabalhos, provenientes de todos os países de língua oficial portuguesa, sendo eles Portugal, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné-Equatorial, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor.

Comentários
Sem comentários
Publicidade
Vídeos
ALAMEDA DA ESTAÇÃO DA TROFA
RESUMO VISITAS À EB2/3 PROF. NAPOLEÃO SOUSA MARQUES
BELIVE TROFA 2019 - RESUMO