Municipio
LINHAS DE REFORÇO DE TRANSPORTES CRIADAS PELA AUTARQUIA ASSUMIRAM-SE COMO SERVIÇO PÚBLICO
23 de Julho de 2020
0 comentários

SERVIÇO LOCAL TRANSPORTOU, EM MÉDIA, 30 PESSOAS POR DIA, REFORÇANDO A OFERTA DE TRANSPORTES ÀS FREGUESIAS DE MURO, ALVARELHOS E GUIDÕES


Depois da suspensão do serviço das operadoras de transportes nas freguesias do Muro, Alvarelhos e Guidões, a Câmara Municipal da Trofa reforçou, desde 18 de maio, a oferta de transportes às freguesias, dando resposta às necessidades de mobilidade dos munícipes. Em média, o serviço assegurou o transporte de 30 pessoas por dia.

Durante os últimos dois meses, a Câmara Municipal da Trofa reforçou os serviços de transportes às freguesias do Muro (parte), Alvarelhos e Guidões, no sentido de colmatar a ausência de carreiras de transportes públicos nestas zonas do Município, que no final do mês de abril suspenderam a sua atividade.

O serviço, que cessou funções a 20 de julho, decorrente da reentrada em serviço das operadoras, deu resposta às necessidades de mobilidade dos munícipes daquelas freguesias, tendo transportando em média 30 pessoas por dia.

Desde 18 de maio, a Autarquia disponibilizou gratuitamente autocarros, que fizeram os percursos Muro > Interface|Estação Ferroviária da Trofa (e percurso contrário) e Alvarelhos/Guidões > Interface|Estação Ferroviária da Trofa (e percurso contrário).

Com a diminuição de passageiros nas freguesias de Alvarelhos, Guidões e parte da freguesia do Muro, devido à pandemia e ao encerramento das escolas, as empresas privadas que faziam as carreiras de transportes públicos nestas zonas deixaram de operar, por considerarem que este serviço deixou de ser economicamente vantajoso.

Esta decisão fez com que a população destas freguesias ficasse sem forma de se poder deslocar, nomeadamente para ir para o trabalho e/ou para a escola.

Para suprir esta carência grave, a Câmara Municipal da Trofa assegurou dois trajetos de transportes, que irão decorrer de forma ajustada aos horários escolares.

“Esta foi uma valência que se assumiu como um verdadeiro serviço público, fundamental para dar resposta às necessidades de deslocação dos munícipes destas freguesias. A Câmara Municipal não poderia ficar indiferente a esta questão, que lesou gravemente a mobilidade dos habitantes destas três freguesias, numa altura em que tantos alunos regressaram à escola”, explicou Sérgio Humberto.

O serviço gratuito, respeitou as normas de segurança e higiene obrigatórias para todos os transportes públicos, com uso obrigatório de máscara, desinfeção de mãos à entrada e à saída do autocarro, respeito pelo distanciamento social aconselhado e respeito pelo limite máximo de 2/3 da lotação do autocarro.

Comentários
Sem comentários
Publicidade
Vídeos
ALAMEDA DA ESTAÇÃO DA TROFA
RESUMO VISITAS À EB2/3 PROF. NAPOLEÃO SOUSA MARQUES
BELIVE TROFA 2019 - RESUMO