Reportagem
CÂMARA DA TROFA “APRESENTOU PAÇOS DO CONCELHO” A TODA A POPULAÇÃO

A Câmara Municipal da Trofa apresentou a 26 de outubro, perante uma plateia de quase mil pessoas, o Projeto dos Paços do Concelho da Trofa, exatamente no local, (na fábrica devoluta), onde vai nascer o futuro edifício, ou seja, no interior das Antigas Instalações da Indústria Alimentar Trofense.

De recordar que o Concelho da Trofa foi criado a 19 de novembro de 1998, e é o único dos 308 municípios portugueses que não tem ainda um edifício próprio para os Paços do Concelho.

Assim, quase 20 anos depois, do dia mais importante da história da Trofa, 19 de novembro de 1998, data em que a Assembleia da República votou a criação do Concelho da Trofa, os Trofenses conheceram o projeto dos Paços do Concelho, uma obra desejada e esperada há duas décadas.

Os Paços do Concelho da Trofa foram projetados pelo Arquiteto Trofense José Carlos Nunes Oliveira, e assumem-se como “um edifício tão estrutural quanto possível, em que cada elemento se justifica por si próprio”.

Os Paços do Concelho representam um avultado investimento que ascende aos 8,9 milhões de euros.

A Câmara Municipal da Trofa deu assim, a conhecer este projeto dos Paços do Concelho como um edifício icónico que se assume como fundamental no contexto mais vasto de uma estratégia de desenvolvimento urbano preconizada para a Trofa, conferindo-lhe assim um caráter integrado e sustentável.

Esta obra, cujo concurso público internacional será lançado em novembro, para que as obras possam arrancar no primeiro semestre de 2019, terá a comparticipação de 900 mil euros pelo programa Portugal 2020.

O terreno de intervenção tem uma área de 6.200,85 metros quadrados, constituído por naves industriais construídas entre meados dos anos 70 do século XX e desenvolve-se paralelamente ao antigo canal do caminho-de-ferro desativado.

Os futuros Paços do Concelho terão quatro andares, mais a garagem no piso inferior, ficando no rés-do-chão o atendimento, no primeiro andar os serviços técnicos, no segundo instalar-se-ão o executivo e os serviços de apoio enquanto os terceiro e quarto andares estão reservados para as instalações mecânicas.

O edifício que sucederá aos atuais dois por onde se distribuem os serviços da Câmara da Trofa terá uma área de implantação de 1.996,00 metros quadrados, permitindo acessos públicos em cada uma das fachadas.

Pensado para crescer sobre uma base estrutural de betão armado, a ligação entre os espaços de trabalho e as áreas públicas será efetuada em vidro.

Com esta obra, a Trofa deixará de ser o único dos 308 municípios portugueses que não tem um edifício dos Paços do Concelho.

Galeria
Outras Reportagens
Publicidade
Vídeos
BELIVE TROFA 2019 - RESUMO
BELIVE TROFA 2019 - DIA 4
BELIVE TROFA 2019 - DIA 3